Kumbayá, como fazer, meios de uso, prós e contras

Yuri Campos
4 min readMar 4, 2020

Ludibriador do cheiro de outras ervas, alternativa aos bastonetes industrializados, erva para chá ou banho, nunca as pessoas usaram tantas ervas sem saber direito o que utilizam.

O cigarro e o chá foram feitos de Rosa Rubra, Jasmim, Alecrim, Eucalipto e Sávia

Calêndula, camomila, jasmim, menta, rosas, sálvia, tabaco orgânico natural… A variedade criativa para a mistura de ervas é grande e antes de bancar o alquimista e confundir alho com bugalho, criamos um tutorial bem legal para você saber o que é e como fazer o Kumbayá.

As duas receitas tem como referência para o melhor entendimento das propriedades de cada erva o livro “ The Herbal Drugstore”, da autora Linda B. White e do autor Steven Foster, e buscam combinações mais energéticas e outro para ter aquele relax que o povo pede. Vale lembrar que fazer a combustão de qualquer erva gerará o monóxido de carbono, alcatrão e derivados. Com o Kumbayá não é diferente.

O termo Kumbayá tem origem no leste da África, antigamente associado a rituais de dança e espiritualidade. A mistura de ervas tinha um papel medicinal dentro desse contexto sendo opcional a adição de tabaco. A sua propagação pelo continente americano se deu em função do tráfico de escravos. Embora a combinação de ervas seja pra lá de centenária, pelo Brasil o termo só começou a fazer algum barulho a partir de 2017, como mostra o gráfico de evolução de procura sobre o termo do Google Analytics.

Buscas no Google Analytics nos últimos 5 anos da palavra kumbayá e as suas variantes

Para as duas combinações criadas, foram utilizados o Eucalipto e a Sávia, (calma chapa, você não vai ficar doidão), como base. O Eucalipto, famoso no combate de problemas respiratórios, também auxilia no combate a gengivites, dores de cabeça e na regulação do açucar no sangue. A sálvia tem forte ação contra os radicais livres, auxilia na higiene bucal e nas funções cerebrais.

A opção do Eucalipto e da Sálvia como base foi em função do frescor e dos antioxidantes. Ao escolher qualquer erva como base, utilize aquelas que não possuem relatos de efeitos colaterais indesejáveis.

Em muitos lugares você encontra o Kumbayá em uma mistura de 8 plantas. Nas duas fórmulas que criamos, utilizamos 5 plantas com o objetivo de melhor distinguir os sabores, vale muito da criatividade de cada um.

Para o Kumbayá com propósito energético, além da base de Eucalipto e Sálvia, misturamos na mesma proporção Rosa Rubra, Jasmim e Alecrim. As proporções utilizadas foram:

No caso do Kumbayá com a finalidade mais relaxante, foram utilizadas a Calêndula, a Melissa e a Camomila. As flores (Calêndula e Camomila) possuem uma probabilidade baixa de reações alérgicas e possuem características regenerativas e relaxantes. Para ter uma idéia, ao misturar tudo de forma proporcional, ficará mais ou menos assim:

O preço e o esforço valem?

Vale! Primeiro, você não precisa comprar tudo, você, seu vizinho ou algum familiar seu pode ter aquele pézinho de Melissa, Alecrim ou qualquer outra planta do seu gosto. Nesse caso o recomendado é retirar as folhas ou flores e deixar secar. Pegamos como exemplo o método de desidratação da Camomila no site wikihow para mostrar que o processo não é complicado.

Contudo, se não houver condição alguma que usufruir plantas pelo 0800, os valores não são absurdos. Para se ter uma idéia, o custo médio de 200 gramas de plantas secas como Eucalipto, Alecrim, Melissa, Sávia e Camomila em um mercado popular de ervas custam entre R$3,50 a R$6,00, o que dá um custo médio de R$4,75 para cada 200 gramas. Escolhas como Rosa Rubra e Jasmim tem preços médios entre R$12,00 a R$17,00 pelas mesmas 200 gramas.

Um maço de cigarros tem em média 30 gramas e o preço médio é R$7,00, segundo a tabela da Receita Federal para os preços praticados pela Souza Cruz. Uma caixa com 40 gramas de chá Mate Leão, custa em média R$5,50. Independentemente do propósito, em termos econômicos, o sinal é verde.

As caneca da foto foi cedida pela @mimoscool (Instagram) e o livro pode ser comprado no Amazon

Acessem o @contatonamata no Instagram e Twitter e fiquem ligados em assuntos relacionados a bioconstrução, permacultura e meio ambiente.

--

--

Yuri Campos

Digital Media and Partnerships Expert | Communicator | Social and Environmental Masterplan | Permacultor | 2030 Agenda